14/09/2021

A Corteva Agriscience assina um contrato com a Gaïago para o desenvolvimento e distribuição global de soluções biofungicidas

Corteva Agriscience, empresa de referência do setor agrícola em tecnologia aplicada a sementes, proteção de culturas e agricultura digital, anunciou hoje um acordo com a empresa de biotecnologia Gaïago para validar, desenvolver e comercializar biofungicidas para agricultores em todo o mundo.

Logos Corteva y Gaiago
Logos Corteva y Gaiago

Através deste contrato, a Corteva Agriscience recebe uma licença global exclusiva de experimentação e direitos comerciais opcionais associados para uma nova tecnologia biofungicida que pode ajudar a proteger videiras, batatas, legumes e fruteiras contra patogenes como o míldio, o oídio e a podridão cinzenta.

Este acordo reforça o nosso compromisso de oferecer aos agricultores produtos biológicos para proteção das culturas, incluindo as soluções biofungicidas já testadas que cumprem com os elevados padrões da Corteva Agriscience em termos de Investigação e Desenvolvimento”, referiu Rajan Gajaria, Vice-presidente Executivo da Plataforma de Negócios da Corteva Agriscience. “O nosso acordo com a Gaïago é mais um passo na demonstração dos nossos esforços para construir o nosso portfólio biológico, colaborando com especialistas, líderes nas suas áreas.”

Alcançar a sustentabilidade na produção agrícola, bem como um sistema alimentar resiliente, requer uma forte colaboração a todos os níveis”, referiu Jean-Pierre Princen, Presidente da Gaïago. “Este contrato com a Corteva irá acelerar a introdução global de uma das nossas tecnologias de bio controlo natural. Este novo biofungicida deverá ser determinante, tanto para implementar estratégias integradas de gestão de pragas, como para satisfazer as expetativas dos consumidores, ao mesmo tempo que ajuda a preservar elevadas produções nas culturas e a aumentar os rendimentos dos agricultores. Esta colaboração global com a Corteva, juntamente com o lançamento dos nossos programas de formação conjunta com instituições científicas na Europa, irá impulsionar planos de regeneração de agros sistemas em grande escala pela Gaïago, ao mesmo tempo que recupera os solos e as funções das plantas.”

O modelo da Corteva para o desenvolvimento do seu portfólio de produtos biológicos de nível superior combina inovação externa, colaboração de investigação e desenvolvimento, licenciamento e distribuição. Este contrato demonstra como a Corteva está a olhar para colaborações que ofereçam um amplo leque de tecnologias externas, incluindo empresas bem estabelecidas no ramo dos produtos biológicos, para expandir o acesso a um conjunto completo de soluções sustentáveis alinhadas com as Metas de Sustentabilidade Corteva Agriscience para 2030.

Os termos do acordo não foram divulgados.